Caroço ou inchaço na região anal ou ânus

Caroço ou inchaço na região anal ou ânus

Há diversas condições em que há manifestação de um caroço ou inchaço na região anal ou ânus. A região anal é composta pelo canal anal e pela margem anal. O canal anal é a porção interna do ânus, e mede aproximadamente três centímetros. A margem anal é a porção externa imediatamente após o canal anal. Normalmente as pessoas sentem ou enxergam alterações na margem anal, pois são mais raras as que se tocam no canal anal.

As alterações na margem anal costumam ser facilmente percebidas. Os caroços são mais firmes, e o inchaço deve-se a hemorroidas ou processos inflamatórios. Sua aparência varia de acordo com a causa, e sua percepção pode não ocorrer em alterações muito pequenas.

Denotam gravidade quadros persistentes de dor, sangramento, febre, emagrecimento não intencional, aumento progressivo do nódulo, incontinência fecal e presença de secreção purulenta.

Nem sempre caroços ou inchaço na região anal devem-se a hemorroidas. Porém, sem dúvida, são um dos achados mais comuns. A maior razão pela procura ao consultório do Coloproctologista por uma nodulação no ânus é a trombose hemorroidária externa (veja mais), que consiste na coagulação e obstrução da circulação do sangue nas hemorroidas externas.

Os demais diagnósticos são diversos, entre eles:

Trombose hemorroidária externa (veja mais)
Plicomas anais (veja mais)
Papilas hipertróficas (queratinização nodular do epitélio do canal anal) (veja mais)
Fístulas anais (veja mais)
Fissuras anais crônicas (veja mais)
Doenças sexualmente transmissíveis – Condiloma – HPV (veja mais)
Doenças sexualmente transmissíveis – outras  (veja mais)
Abscesso anal (veja mais)
Prolapso retal ou de mucosa retal (veja mais)
Pólipos retais com prolapso pelo ânus (veja mais)
Doença de Crohn (veja mais)
Neoplasias (câncer), apesar de não ser causa mais comum, deve ser investigado, principalmente quando de consistência mais firme e que não remitem espontaneamente (veja mais)

Dentre os sintomas que podem acompanhar o inchaço ou nódulos na região anal estão:
Dor
Sangramento
Coceira
Ardência
Secreção
Desconforto
Dificuldade com a higiene, entre outros.

Sempre é salutar que se procure o médico especialista, pois assim poderá ter um diagnóstico correto e também um tratamento para qualquer das condições acima. Porém, denotam gravidade quadros persistentes de dor, sangramento, febre, emagrecimento não intencional, aumento progressivo do nódulo, incontinência fecal e presença de secreção purulenta.

Não deixe de consultar o Coloproctologista.

Isenção de responsabilidade

As informações contidas neste artigo são apenas para fins educacionais e não devem ser usadas para diagnóstico ou para orientar o tratamento sem o parecer de um profissional de saúde. Qualquer leitor que está preocupado com sua saúde deve entrar em contato com um médico para aconselhamento.

Referência:

http://www.minhavida.com.br/saude/materias/18823-a-que-se-devem-os-nodulos-ou-inchaco-na-regiao-anal